Wiki Neon Genesis Evangelion
Advertisement

Sachiel usando seu Campo A.T..

Um Campo A.T. (A.T. フィールド, A.T. Fīrudo) (no original em inglês: A.T. Field (abreviação de "Absolute Terror Field"[1], que, por sua vez, pode ser traduzida como: Campo de Terror Absoluto)) é uma barreira quase que impenetrável que ambos Anjos e Evangelions podem gerar e usar como um campo de força para defesa ou ataque. Armas convencionais são completamente inúteis em penetrar um Campo A.T., a única coisa que pode fazê-lo é outro Campo A.T., tais como os que são criados pelos Evas. No entanto, essa barreira pode ser atravessada por disparos de armas de alta-energia, como o Canhão Pósitron visto no episódio 6. Campos A.T. tipicamente tomam a forma de um octógono e são geralmente de cor laranja. A força de um Campo A.T. gerado varia de Anjo para Anjo, por exemplo, os Anjos Zeruel e Ramiel possuem um Campo A.T. extremamente poderoso, enquanto que o Campo A.T. de Matarael observou-se ser muito fraco. A força do Campo A.T. das Unidades Evangelion depende do nível de sincronização do piloto com o seu Eva, e do ajuste de energia utilizada na hora em questão. Os pilotos podem controlar a força e a intensidade do Campo A.T. de seu plugue de entrada.

Aparência[]

Um Campo A.T. geralmente aparece como uma forma octogonal ou hexagonal. Eles são muitas vezes laranja, embora, pastel, roxos e vermelhos também tenha sido utilizados. Ao invés de campos de força tradicionais, os Campos A.T. parecem se comportar mais como membranas, se torcendo e desgastando, como tal, quando são penetrados.

Propriedades de um Campo A.T.[]

Unidade 01 expandindo seu Campo A.T., causando um leve borrão (clique para ver a animação).

Tipicamente, os Campos A.T. são invisíveis e, tornando-se visíveis a olho nu quando se chocam violentamente contra alguma coisa. Eles podem interagir com objetos e levá-los a se mover, e são a hipótese de que são eles a fonte da capacidade que os anjos tem de levitar (mais notavelmente, Kaworu e Sachiel). Um Campo A.T. pode criar distorções no ar quando ativado, como visto no episódio 03, quando a Unidade 01 expande seu Campo A.T.. O mesmo efeito é visível durante a luta entre a Unidade 01 e a Unidade 02 controlada por Kaworu. O campo se torna visível quando se choca violentamente com qualquer outra coisa, formando concêntricas linhas amarelas octogonais[2]. Isto pode ser visto no episódio 02 quando a Unidade 01 colide com o Campo A.T. de Sachiel. Ele também é visto no episódio 22, quando o Campo A.T. de Arael desvia uma explosão de um rifle de pósitrons de baixo-poder.

Embora os Campos A.T., à primeira vista, sejam vistos como uma habilidade puramente defensiva, é demonstrado ao longo da série que os Campos A.T. podem ser utilizados de forma ofensiva. O primeiro exemplo disso é visto no episódio 12 quando o Anjo Sahaquiel usou seu Campo A.T. para esmagar vários satélites próximos que tentavam observá-lo na órbita da Terra[3]. A bizarra "dimensão de bolso" multi-dimensional do Leliel aparentemente foi criada devido a sua inexplicavel habilidade de, de alguma forma, inverter seu Campo A.T.. O "Ataque-sonda" que Arael é capaz de fazer na mente humana é baseado em uma projeção especial de seu Campo A.T.. A Unidade 01 impressionantemente usa seu Campo A.T. como uma arma no episódio 19, no clímax da sua batalha contra o Anjo Zeruel, quando, com um aceno de sua mão, assim como um maestro, ela rasgou o corpo de Zeruel em pedaços sangrentos e aleijando o Anjo. A batalha final da Unidade Eva 02 em The End of Evangelion, mostra que as habilidades de pilotagem de Asuka tinha aumentado a tal ponto que ela conseguia usar o Campo A.T. de seu Eva contra o avanço dos esquadrão de hoverjets e batalhões de tanques da JSSDF, esmagando-os com um aceno de mão.

Mais tarde na série, Kaworu revela que cada ser vivo possui um Campo A.T.: Anjos e Evangelions possuem Campos A.T. fortes o suficiente que eles são facilmente detectáveis ​​e podem parar até mesmo ataques físicos. Os "Campos A.T." que os seres humanos normais geram é o que literalmente separam seus egos dos seres individuais em conjunto, separando indivíduos, é a "parede" que separa a identidade literal do ego uns dos outros da realidade externa, e que suporta o estado separado de existência separando as consciências das pessoas umas das outras. Assim, em ultima análise, é também a causa de dor e solidão no mundo.

Pode ser relacionado com o chamado "Hedgehog's Dilemma" (ou Dilema do Ouriço), exibida pelo personagem principal Shinji Ikari - pelo qual uma pessoa sente (psicologicamente) a dor da solidão, ou seja, quanto mais perto que ele/ela se aproxima de outra pessoa (emocionalmente), mais ele/ela sentirá "dor" e medo de se machucar ou, por sua vez, machucar a pessoa em questão.

Outro segredo revelado mais tarde na série é que cada Evangelion tem uma alma humana ligada a ele: O Campo A.T. é efetivamente gerado pela alma humana contida no Eva (aparentemente ampliado para além do nível de um ser humano "normal" devido ao tamanho do corpo do Eva). O Campo A.T. de um Anjo também é gerado especificamente pela alma do Anjo. É por isso que o Campo A.T. de Kaworu é o mais forte já medido: seu corpo físico é um vaso para a alma de Adão, o Primeiro e mais poderoso dos anjos. É também por isso que Rei Ayanami pode gerar um Campo A.T.: O corpo físico de Rei também é um vaso, porém, para a alma de Lilith, o Segundo Anjo. Adão e Lilith são Sementes de Vida, assim, Lilith é na verdade co-igual a Adão, e é por isso que o Campo A.T. que Rei pode gerar é de igual força para o incrivelmente poderoso Campo A.T. que Kaworu também pode gerar. Deve ser lembrado, no entanto, que dentro da história de Neon Genesis Evangelion a "alma" é além de um conceito etéreo/teológico ela é também (essencialmente), um padrão de energia/pensamento que foi definido e, na verdade, pode ser manipulado por "biologia metafísica", um campo avançado de ciência que existe na data futura de 2015.

Campo A.T. e Anti Campo A.T.[]

No clímax de The End of Evangelion, o hiper-ser Rei/Adão/Lilith gera, junto com os Evangelions de Produção em Massa e a Unidade 01, um enorme "Anti Campo A.T." que neutraliza todos Campos A.T. de todos os seres humanos do mundo, fazendo com que toda a humanidade volte a um estado indiferenciado de existência - a "sopa primordial de LCL" - fundindo todos em um único super-organismo, com a consciência não separada de toda a raça humana, no clímax do Projeto de Instrumentalidade Humana.

Destruindo um Campo A.T.[]

A maneira mais fácil de destruir um Campo A.T. é essencialmente enfrentá-lo com outra Campo A.T., tal como demonstrado pelos Evas em várias ocasiões. Um exemplo disto é visto no episódio 1, quando o modo berserk da Unidade 01 corrói[4] o Campo A.T. de Sachiel durante a batalha.

Além dos Evangelions, apenas duas armas feitas pelo homem são capazes de penetrar o Campo A.T. de alguns Anjos e ter algum efeito contra os mesmos. A primeira é a Mina N², as armas não nucleares mais poderosas já criadas. As Minas N² conseguem causar um certo atordoamento ou mesmo ferindo gravemente alguns dos anjos mais fracos (que podem ser regenerados em questão de horas ou dias, dependendo do Anjo em questão), mas contra alguns dos Anjos mais poderosos, até mesmo várias Minas N² falharam em fazer qualquer dano.

Houve um outro caso em que um Campo A.T. foi violado sem o uso dos Evas, a luta contra Ramiel, onde um protótipo de um rifle de pósitrons, usando a eletricidade da rede elétrica inteira do Japão, penetrou o Campo A.T. de Ramiel e matou o Anjo. No entanto, essa arma está sujeita a grandes limitações de potência e alcance, como testemunhado na batalha contra Arael onde um rifle de pósitrons (de um modelo diferente do usado contra Ramiel) não conseguiu causar dano algum ao Anjo que pairava na órbita do planeta.

A única arma capaz de perfurar praticamente qualquer Campo A.T. é a Lança de Longinus: um antigo artefato extraterrestre de incrível poder, em forma de dardo do tamanho de um Eva. Réplicas artificiais da Lança de Longinus também são capazes de perfurar um Campo A.T..

Envolvimento na psicologia real[]

Desde os primeiros dias de análise sobre Evangelion, houve um boato de que um Campo A.T. é um termo psicológico que descreve a verdadeira barreira que separa portadores de autismo do mundo ao seu redor. No entanto, as extensas buscas online em fóruns de psicologia não resultaram em qualquer uso do termo que não fosse uma referência a NGE. Portanto, este rumor pode seguramente ser descartado como falso.

Em Rebuild of Evangelion[]

na nova série de filmes Rebuild of Evangelion o Campo A.T., até agora, apresenta todas as mesmas propriedades que as vistas na série, e são mais uma vez utilizados como armas pelos Evas.

Em Evangelion 2.0 durante a batalha contra Zeruel, o modo berserk da Unidade 01 transforma o Campo A.T. do Eva em um feixe pura energia disparado através dos olhos.

A forma geométrica do Campo A.T. da Unidade 01.

Na mesma batalha contra o Anjo, a Unidade 01, através de seu Campo A.T., gera um braço artificial, e o como uma arma, tomando a forma de um anel de formas geométricas que explode empurrando com violência o anjo para longe.

Notas e referências[]

  1. A frase "Absolute Terror Field" nunca é realmente mencionada na série. Ela só aparece nos créditos de abertura e durante a luta contra Sachiel em Evangelion: Death.
  2. Embora, quando um Campo A.T. está visível, ele geralmente seja visto na forma de um octógono concêntrico. No entanto, há dois casos em que este não é o caso. Primeiro, no episódio 06, quando a equipe da Nerv analisa uma explosão de energia que desvia que Ramiel desvia com seu Campo A.T., que é visto com a forma hexagonal na tela, mesmo que fosse um octógono anteriormente, este é um erro de continuidade visual. O segundo acontecimento disso se da no episódio 13, quando lasers foram desviados pelo Campos A.T. de Ireul que se mostraram em hexágonos roxos não-concêntricos, o que é mais provável ser uma referência ao filme The Andromeda Strain.
  3. Campos A.T. podem oporem-se uns aos outros e agir como uma barreira entre si, assim como quando a Shinji, na Unidade 01, usa o Campo A.T. da sua Unidade para bloqueiar o Campo A.T. de Sahaquiel, algo que mantém o anjo suspenso no ar (embora exigindo uma grande quantidade de força física do Eva e sua) antes que os outros dois Evas chegassem.
    • Como Fuyutsuki observa dizendo que Sahaquiel encontrou uma nova maneira de usar um Campo A.T., quando o Anjo o utiliza ofensivamente para esmagar satélites que observavam. Alguns anjos posteriores também demonstram usar seus Campos A.T. como armas, e até mesmo os Evangelions acabam por usá-los desta forma.
  4. Ritsuko Akagi faz questão de dizer que um Campo A.T. de uma Eva "corrói" o de um Anjo, porém a maioria dos funcionários da Nerv tendem a se referir que o processo como "neutraliza" o Campo A.T. de um Anjo.
Advertisement